Todos nós estamos lutando uma batalha. É por isso que encontrar a paz interior é extremamente importante.

Por isso devemos ser sempre gentis com as pessoas, porque não sabemos qual batalha esta pessoa está travando nesse momento.

Por causa das crenças, histórias, percepções e filosofias que adotamos ao longo de nossas vidas, as pessoas pensam em paz como uma espécie de epifania ou uma iluminação dos céus.

Na verdade, a paz interior não tem nada a ver com isso. É mais sobre aceitar as coisas da vida em que você não tem controle e deixa cair crenças limitantes que você está acreditando por mais tempo.

Quando você começa a se livrar dessas crenças limitantes, você vai encontrar a força que precisa para se libertar.

As cinco crenças limitantes que você deve eliminar para encontrar a paz interior.

Perfeição

Ninguém foi e ninguém nunca será perfeito, então, qual é o objetivo de se preocupar comparando sua vida com a dos outros?

Afaste a crença limitante de que você precisa ser perfeito, ou mesmo a expectativa de que você seja perfeito o suficiente.

No momento em que você aceita que é imperfeito, você se libertará de um dos sentimentos mais pesados ​​do mundo.

Não existe um corpo perfeito, uma carreira perfeita, uma casa perfeita ou mesmo um tempo perfeito. Perfeito não existe.

Faça as pazes com sua vida, lutas e circunstâncias, aceite-as como elas são. Elas são exatamente como deveriam ser.

Evolução

Você não precisa construir uma pirâmide do Egito, ou obter um “Dr.” na frente ao seu nome para se sentir importante ou especial.

Se você não conseguiu fazer algo extraordinário, você não tem que ficar triste por isso.

Tudo o que importa é que você dê seu coração e alma ao que quer que seja, não importa se você vai limpar uma rua ou construir um avião.

Cada um de nós tem sua própria jornada. Alguns alcançam seus objetivos mais cedo, enquanto para outros, isso leva muito outros.

O Verdadeiro Eu

Talvez o maior motivo de estarmos infelizes é tentar viver a vida sendo outro pessoa. Temos medo de que, se agirmos da maneira como somos, as pessoas talvez não gostem de nós.

Como você pode ser feliz sendo admirado por ser alguém que você não é de verdade? Essa admiração importa?

A realidade é que você é muito mais do que as pessoas imaginam de você.

O que importa é que você seja admirado pelo que você é e o que você faz, mesmo que isso signifique que muitas pessoas não gostem de você.

Como posso me amar, se ninguém me ama?

Isso é muito importante, talvez a coisa mais importante que você precisa aprender: ame a si mesmo.

Os seres humanos são seres sociais. Nós tendemos a procurar a companhia de outros para se sentir melhor.

Aqueles que não são sociais por natureza, acabam pensando que algo não está certo com eles.

Precisamos promover o amor próprio, o conceito de amar-se sem limitações.

Viva em contato com você, viaje sozinho, de presentes a você mesmo.

Eu tenho que deixar todos orgulhosos, para me sentir bem comigo mesmo

O sucesso é a palavra que faz as pessoas se sentirem insatisfeitas consigo mesmas.

E se eu disser que você não precisa ser bem-sucedido, você só precisa ser você.

As pessoas que te amam quando você não possui a melhor mansão ou o carro do ano, são as que realmente importam.

Eles te amam pelo que você é, tento sucesso ou não. Eles não estão esperando que você escalasse o Everest para dizer que eles estão orgulhosos de você.

O dia em que aprendemos a sair das algemas que essas opiniões e crenças limitantes nos prendem,  é o dia em que encontraríamos a paz interior.

O dia em que deixamos de repreender a nossa existência e aceitamos que não merecemos nada além do melhor, é o dia em que alcançamos a paz interior.

Que saber a sua opinião. Você conseguiu alcançar a paz interior? O que te limita? Deixe eu comentário.

 

 

[Designed by Freepik]


Sidnei Bonfim
Sidnei Bonfim

Escritor, estudioso da espiritualidade, médium e palestrante. Utiliza este site para divulgação das suas ideias, auxiliando pessoas que desejam fortalecer sua conexão universal e progredir no seu desenvolvimento espiritual.